A população de Curitiba e dos municípios da Região Metropolitana (RMC) ultrapassou, em 2005, os 3,1 milhões de habitantes. A estimativa consta no relatório Curitiba em Dados, estudo anual do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), que pode ser consultado na internet. Em 2000, ano do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população da RMC era de 2,7 milhões. Nesse período, só a população da capital passou de 1,587 milhão para 1,757 milhão.

Mesmo com o aumento populacional, a taxa de crescimento da RMC e da capital diminuíram, de 3,019 para 2,88% ao ano, e de 2,177 para 2,098% ao ano, respectivamente. A versão 2006 do Curitiba em Dados está disponível na página do Ippuc na internet (www.ippuc.org.br), e traz ainda informações e indicadores como demografia, renda, uso do solo, transporte coletivo, meio ambiente, economia, habitação, saúde e educação.

Para Lourival Peyerl, coordenador do Banco de Dados do Ippuc, a análise de dados desenvolvida pelo instituto demonstra a importância que o constante acompanhamento de informações sobre a cidade pode ter na definição de políticas setoriais. Na avaliação de Peyerl, além da perspectiva administrativa, a informação assume uma importante função política na construção da cidadania, ao permitir que o público tenha acesso aos dados sobre a cidade. "A informação proporciona ao cidadão interpretar a realidade na qual vive", diz. A nova versão do estudo incorpora também o sistema Bairro em Números – que destaca as características de cada um dos 75 bairros de Curitiba – e o novo Regional em Números – que está sendo desenvolvido para sintetizar dados e informações de cada uma das nove administrações regionais em que a cidade está dividida.