enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Sonhos queimados

Incêndio deixa famílias só com as roupas do corpo

Vítimas receberam auxílio de parentes e a promessa de ajuda da prefeitura

  • Por Magaléa Mazziotti

Cinzas, lágrimas e garra para recomeçar foi o que sobrou do incêndio em sete moradias e deixou 17 pessoas apenas a roupa do corpo, na Rua Gastão Poplade, no Parolin. O fogo iniciou por volta das 15h e 18 mil litros de água foram necessários para apagá-lo. A maioria dos moradores estava trabalhando e foi às pressas ao local. Não há pistas do que pode ter provocado o incêndio.

“Cheguei para ver as cinzas. Minha esposa veio antes e ainda viu o fogo destruir tudo. Sorte que foi só dano material”, disse o motoboy Jeferson Leite, 21 anos. que possui três filhos, um de 9 meses, outro de um ano e o mais velho com 6 anos.

Fazia seis meses que Jeferson havia construído a parte de cima da casa. “Usei todo o dinheiro do acerto que fiz na empresa, agora só restou a foto”, disse mostrando o retrato. Enquanto dava entrevista ao Paraná Online, um homem saqueou as panelas que restaram da casa. “Iremos reconstruir tudo”, garantiu.

O pai de Jeferson, Miguel Pereira Leite, 73 anos, conseguiu salvar dois Chevettes. Temporariamente, o motoboy e a família ficarão na casa dos pais, que moram em frente. Quem quiser ajudá-los, pode ligar para o telefone 3332-8228.

Família

As demais residências pertenciam à família Mendieta. O casal Lurdes do Rocio, 37 anos, e Ramon, 55, teve a casa destruída, mas seu Bar e Mercearia Beira Rio, ficou intacto e seria aberto no mesmo dia. O filho dele, Ramon Mendieta Júnior, 21, que mora ao lado, com a esposa e o filho, de 11 meses, também teve parte da casa queimada. “Saí para procurar emprego e aconteceu isso, por sorte consegui uma vaga de repositor”.

Eles vão se hospedar na casa de Ana Carolina Mendieta Rodrigues, 20 anos, no mesmo bairro. “Temos que nos ajudar para que todos consigam recomeçar”, avaliou Ana Carolina. Quem quiser auxiliar a família pode entrar em contato com Ramon no 8720-6078.

Atendimento

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que o pronto-atendimento do Centro de Referência de Assistência Social Regional (Cras) Portão levou roupas, cobertores e alimentos para os atingidos e vai cadastrar cada morador desabrigado. Até sexta-feira será dado encaminhamento à nova moradia.

Veja na galeria de fotos a destruição.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

1 Comentário em "Incêndio deixa famílias só com as roupas do corpo"


Finório Filisteu
Finório Filisteu
6 anos 11 meses atrás

Caramba, o motoboy de 21 anos já tem filho de 6 anos, êta, promiscuidade. Assim não tem como dar fim na pobreza.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas