O protesto de um Papai Noel, que cobriu o rosto de uma criança momento em que ela estava em seu colo para a foto, acabou rendendo muitos comentários nas redes sociais. Segundo o relato postado no Facebook ele teria feito isso por conta o não pagamento da foto.

“Absurdo!!!  No momento em que o pai foi bater uma fotinho da criança com o Papai Noel ele puxou e tapou o rosto da criança, absurdo, a criança sem entender nada do q estava acontecendo, e o Papai Noel falou que o shopping Palladium não aceita q tirem fotos que não sejam as deles pagas”, dizia o texto postado com a foto.

Em nota shopping se defendeu. “O Palladium gostaria de reforçar que possui um imenso cuidado na realização de todas as ações que envolvem os consumidores, principalmente quando lida com crianças, seus sonhos e fantasias. Neste caso específico, lamentamos pela atitude errada e fora dos padrões do Papai Noel, gerado a partir de um sinal irregular do fotógrafo”, disse em nota.

Além disso, o shopping disse ainda que foi reforçada a orientação aos fotógrafos e equipe, pois qualquer pessoa pode tirar retratos de seus filhos com celulares e tablets, com toda liberdade.