As cirurgias eletivas que seriam realizadas no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, em Foz do Iguaçu, estão suspensas a partir deste sábado (25) até a próxima quinta-feira (30) por causa da passagem da tocha olímpica pela cidade. Segundo a assessoria do hospital, a determinação foi dada pelo Comitê Olímpico que exige que os leitos da cidade estejam desocupados para caso aconteça algum acidente com os participantes do evento esportivo.

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck é o único em Foz do Iguaçu que faz atendimento de emergência e urgência para trauma e, por isso, foi escolhido para compor o Plano de Contingência do Comitê Olímpico. De acordo com a assessoria do hospital, esse plano prevê que leitos da cidade estejam desocupados para atender qualquer incidente que aconteça com algum membro do Comitê Olímpico durante a passagem da tocha pela cidade.

Como o hospital faz muitos atendimentos de urgência e emergência e está constantemente com todos os leitos ocupados, a assessoria informou que teve que suspender as cirurgias que estavam agendadas para garantir quartos vazios durante a passagem do Comitê Olímpico. A chama olímpica só chega na cidade na quinta-feira (30), mas o hospital preferiu paralisar as cirurgias eletivas desde hoje para garantir os leitos desocupados no dia evento.

Ainda segundo a assessoria do hospital, os atendimentos de emergência e urgência continuarão funcionando normalmente durante a próxima semana. A assessoria também informou que, por se tratarem de cirurgias eletivas, os pacientes não serão prejudicados e terão os seus atendimentos remarcados. Avisos foram colocados no hospital informando os pacientes.