O centro médico Hospital de Olhos do Paraná promove a campanha Programa Transplante Fila Zero, por meio do qual são cedidas córneas para outras unidades depois que acaba a lista de espera pelo transplante. Segundo o oftalmologista Hamilton Moreira, diretor clínico do hospital, pacientes inscritos em qualquer central do país podem, sem aguardar em filas, fazer o transplante no Paraná. O centro médico é credenciado pelo Ministério da Saúde para atuar em todas as fases da cirurgia, oferecendo tratamento integral ao paciente.

“Candidatos comprovadamente com indicação para o transplante devem se cadastrar no ambulatório do programa, em Curitiba, e receberão atendimento integral custeado pelo SUS, em todas as fases da cirurgia”, destacou o médico. Segundo ele, em algumas regiões do país, pacientes aguardam por um doador há mais de três anos.

Adalberto Fraga, 65 anos, estava inscrito na Central de Transplantes do Maranhão desde 2008. Ele sofria de uma grave infecção que o fez perder a visão quase completamente. Poucos dias após se cadastrar no programa, Fraga conseguiu uma consulta em Curitiba, submeteu-se à cirurgia e está em fase de recuperação. Ele contou que precisou apenas apresentar exames de sangue e outros exigidos no pré-cirúrgico.

O agendamento de consultas pode ser feito pelo telefone (41) 3068-1066.