Um dos vizinhos que ajudou no resgate dos alunos da escola atingida pela explosão de um botijão de gás na tarde desta quarta-feira (20) está internado em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Evangélico, em Curitiba.

De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, que não divulgou o nome e nem a idade do paciente, ele está com 80% do corpo queimado e teve também lesões graves nas vias aéreas, por conta da inalação da fumaça.