Os funcionários do Hospital e Maternidade São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, estão há 14 dias sem receber. Desde o mês passado, a prefeitura é a responsável pelo pagamento dos funcionários.

No fim de março, em entrevista a O Estado, o secretário municipal de Saúde, Alan César Diório, garantiu que o salário seria pago em dia para aqueles funcionários que assinassem o novo contrato temporário.

Antes disso, os cerca de 600 funcionários foram demitidos porque a associação que mantinha o hospital entrou em falência e por isso o município assumiu o controle dos serviços. Mas vários funcionários do hospital afirmaram ontem que continuam sem o pagamento.

“Se a prefeitura não se responsabilizar pelo pagamento de março, estudamos a possibilidade de entrar na Justiça”, afirma o advogado Anderson Cunha Moreira, do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Curitiba e região (Sindesc). A reportagem de O Estado tentou entrar em contato com Diório, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.