Cerca de 290 funcionários da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) entram em greve na quarta-feira. São servidores que não foram vinculados à Agência de Defesa Agropecuária (Adapar). Os manifestantes reivindicam gratificações que garantam isonomia salarial, conforme prometido pelo governo na época da criação da autarquia, em dezembro. Os secretário da Seab, Norberto Anacleto Ortigara, disse que foi encaminhada à Secretaria de Administração uma alternativa que concede o equilíbrio salarial.