Os funcionários da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, sinalizam que podem entrar em greve até o fim desta semana. Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina (Sindipetro), a greve será decida em assembleias na próxima quinta (5) e sexta-feira (6).

Os funcionários reclamam de falta de segurança, principalmente após as explosões e o incêndio na Unidade de Destilação (U-2100) ocorridos na última quinta-feira (28). O sindicato afirma que a empresa tenta retomar as atividades na U-2100 o mais rápido possível e para isso “toma atitudes que colocam em risco a vida dos trabalhadores.” Segundo o Sindipetro, não foram feitas investigações sobre o acidente e não há confirmação de que a estrutura ainda ofereça segurança para quem estiver no local.

Em nota envia à imprensa na sexta-feira passada (29), a Petrobras afirmou que a Unidade de Destilação sofreu um princípio de incêndio rapidamente contornado. Na terça-feria, o Sindipetro rechaçou a nota da empresa e declarou que a Petrobras tentou minimizar o acidente. O sindicato publicou na internet um vídeo com imagens do incêndio na Repar. O Sindipetro busca agora a interdição dos trabalhos de recuperação da U-2100 como forma de garantir a integridade física dos trabalhadores. A decisão será da Superintendência Regional do Trabalho.

A Petrobras foi procurada pela reportagem do Paraná Online para comentar o assunto, mas não retornou os contatos.

Confira no vídeo imagens do incêndio.