Fórum Vida Ativa debate atenção ao idoso em Londrina

O trabalho realizado por estudantes das universidades da cidade junto às instituições de longa permanência (Ilpis), os antigos asilos, tem contribuído para melhorar e agilizar o atendimento junto aos idosos. São estagiários de fisioterapia, enfermagem, psicologia, nutrição, educação física, entre outras áreas que se revezam para oferecer atendimento gratuito à comunidade.

Para debater essas ações, a Secretaria Municipal do Idoso, em parceria com várias instituições, promove nmesta sexta-feira (16) e no sábado (17), no Centro de Eventos do Instituto de Ensino Superior de Londrina (Inesul), na rua Humberto Picinin, nº 198, o III Fórum Vida Ativa.

De acordo com a secretária municipal do Idoso, Cristina Coelho, o III Fórum Vida Ativa partiu da iniciativa da discussão com as instituições da necessidade de reordenamento das Ilpis. "A Política Nacional do Idoso aponta que a institucionalização é o último recurso para o idoso que vive só ou em situação de risco pessoal e social. As instituições de Londrina têm avançado na profissionalização do atendimento para cumprir seu papel de substituir o lar das pessoas abrigadas", explicou Cristina Coelho.

Ainda conforme a secretária, o fórum tem a perspectiva de trabalhar os olhares sobre as Ilpis a partir das vivências buscando implementar ações inovadoras com o apoio dos envolvidos. A prefeitura conta com três Ilpis cadastradas que recebem quase R$ 1 milhão por ano, sendo os lares São Vicente de Paula, dos Vovôs Raul Faria, das Vovozinhas Gilda Marconi e  Maria Tereza. No total são atendidos 179 idosos", esclareceu.

Integram a programação, debates, mesas redondadas e palestras. A abertura será amanhã (dia 16), às 19h, com a exposição de painéis, seguida de palestra sobre o tema "As Ilpis na contemporaneidade". A palestrante será feita pela gerontóloga e assistente social da prefeitura de Juiz de Fora (MG), Maria José Senhoroto.

No sábado (17), as atividades têm início às 8h com apresentação de trabalhos. Logo após haverá palestra com a presidente do Conselho Estadual do Idoso, Shirley Terezinha Scremin, que vai falar sobre o processo de reorganização das Ilpis no Paraná.

Além da Prefeitura de Londrina, também participam da organização do evento as universidades Estadual de Londrina (UEL), Norte do Paraná (Unopar), Filadélfia, (Unifil), Instituto de Ensino Superior de Londrina (Inesul), Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC), Serviço Social do Comércio (Sesc), Conselho Municipal do Idoso, Lares São Vicente de Paula, dos Vovôs Raul Faria, das Vovozinhas Gilda Marconi, Maria Tereza e Casa de Repouso Remanescente.

Voltar ao topo