A forte chuva causou estragos e complicações no trânsito na tarde de ontem. Em pouco mais de uma hora, choveram 21 milímetros, quando o esperado para o mês inteiro eram 140 milímetros, segundo o Simepar.

Na Cidade Industrial foram registrados alagamentos em residências, na Vila Sabará, e o destelhamento de um casa na Rua Amélia Morais Seixas. Parte do muro de um estacionamento, de aproximadamente 5 metros, caiu sobre uma residência na Rua Miguel Brener, Seminário. Apesar dos estragos, ninguém ficou ferido. Três cômodos da casa foram interditados.

Importantes ruas da cidade ficaram intransitáveis, entre elas, a Almirante Gonçalves, Ângelo Sampaio, Brasílio Itiberê e Desembargador Westphalen, no Rebouças; Visconde de Guarapuava, João Negrão e Visconde de Nacar, no Centro; Guilherme Pugsley no Água Verde, e João Gualberto, no Juvevê.

O Simepar prevê para a semana temperaturas de 30ºC e pancadas de chuvas todos os dias.