enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Fome Zero começa dia 10 no Paraná

  • Por Lawrence Manoel

O governador Roberto Requião (PMDB) deve anunciar oficialmente no dia 10 de abril a criação do Programa Fome Zero Paraná. O programa terá a mesma finalidade e as mesmas diretrizes do programa federal, todavia vai caminhar com as próprias pernas. Ontem, a Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social divulgou a realização de dezoito fóruns regionais sobre o programa . A idéia é envolver a sociedade civil organizada no programa e fomentar a criação dos Comitês Gestores Municipais.

Conforme Luiz Manfredini, membro da equipe do Fome Zero Paraná, esses comitês serão a alma do programa. “Através deles é que serão detectados os problemas de cada região e os locais onde há maior necessidade de ação”, explicou, destacando que será criado um comitê em cada um dos 399 municípios do Paraná.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) já ofereceu o apoio de 50 mil voluntários e 10 mil pontos estratégicos à secretaria, para fazer um mapeamento da miséria no Estado. Manfredini destacou que ter um relatório sócio-ecônomico sobre a pobreza no Paraná é importante, porém, também terá grande valor a participação dos comitês, pois eles farão o acompanhamento constante .

A primeira ação concreta do Fome Zero Paraná deve ser o programa de doação de leite, uma das propostas feitas pelo governador Requião durante a campanha. André Michelato, também da equipe do programa, salientou que o orçamento do Estado ainda está sendo definido, mas que o programa do leite já tem recursos garantidos. “Estamos esperando também os recursos vindos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) ,já que o Fome Zero não é apenas uma programa emergencial de doação de alimentos”, explicou, destacando que uma dos principais projetos da secretaria é o da Economia Solidária, que envolve agroindústria familiar e recicladores.

Segundo Manfredini, o Fome Zero Paraná terá três espécies de medidas: emergenciais, estruturais e políticas locais dos municípios. “Os fóruns serão importantes para colher idéias”, ressaltou.

Os fóruns vão de 20 a 28 de março, envolvendo cidades-pólos. No próximo dia 20 haverá fórum em Ponta Grossa; dia 21 em Curitiba e Irati; dia 24 em Guarapuava, Ivaiporã e Campo Mourão; dia 25 em Francisco Beltrão, Pato Branco e União da Vitória; dia 26 em Cascavel, Foz do Iguaçu e Umuarama; dia 27 em Maringá, Paranavaí e Cianorte e dia 28 em Londrina, Cornélio Procópio e Jacarezinho.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas