Foto: Eduardo Anizelli/Folha de Londrina

Sinistro iniciou por volta das 16h e durou uma hora e meia.

Um incêndio consumiu, ontem, parte das instalações da TV Cidade, afiliada do SBT em Londrina. Pouco antes das 16h, o fogo começou e foi contido pelo Corpo de Bombeiros às 17h36. Uma área de aproximadamente 150 metros quadrados foi consumida pelo fogo, onde ficavam dois estúdios.

As duas pessoas que estavam trabalhando no local, um editor e um técnico de manutenção, conseguiram sair e não houve feridos. No começo da noite, o trabalho já tinha voltado ao normal na emissora. 

Um dos estúdios ficou totalmente danificado, segundo o diretor-geral da TV, Rafael Lamastra, que conta que o fogo se alastrou muito rápido pelo prédio. No segundo estúdio ainda será feito um levantamento para saber qual foi o prejuízo. Foram perdidas duas câmeras de filmagem, além de equipamento de iluminação e microfones. Para conter o fogo, os bombeiros utilizaram cinco viaturas e 10 mil litros de água, segundo o sargento Cláudio Bispo dos Reis.

Mesmo com o incidente, o diretor-geral garantiu que a emissora não vai sair do ar. ?No estúdio fazíamos tudo ao vivo e a qualidade da programação local vai ficar um pouco prejudicada nos primeiros dias, mas continuaremos no ar?, afirmou.

Ainda na tarde de ontem, a TV Cidade fechou um acordo operacional com a emissora CNT, que alugou parte dos seus estúdios que estão desocupados, de onde a transmissão da Cidade acontece a partir de amanhã. Para garantir a programação de hoje, a TV Cidade funcionará num outro estúdio alugado de uma produtora local.

Laudo

Parte do local atingido estava em obras, mas de acordo com Lamastra ainda é cedo para levantar possíveis causas para o incêndio. O Instituto de Criminalística de Londrina começou a isolar o local ontem e o laudo com a causa do incêndio está previsto para sair em dez dias.

A TV Cidade funciona no prédio atual desde abril de 1993. Existente desde 1989, a TV Cidade cobre 56 municípios, num total de 1,3 milhão de habitantes.