Foto: Aliocha Maurício/O Estado

Bello: subsídios federais aumentariam investimentos no setor.

Curitiba sempre foi referência quando o assunto é reciclagem e é na capital paranaense que acontece a Reciclação, a 1.ª Feira Brasileira de Reciclagem e Tecnologia Ambiental, entre os dias 28 e 31 de março. O evento acontece no Embratel Convention Center, paralelamente ao MOP3/COP8, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O objetivo da feira é mostrar o destino dado aos materiais recicláveis, mostrando as tecnologias utilizadas para a transformação deles em outros produtos, no setor público e privado. ?Temos a cultura da separação do lixo, mas ainda há poucas empresas de reciclagem e pouca saída para os produtos originados dessa reciclagem?, diz Valdir Bello, um dos organizadores da feira.

O evento será uma oportunidade para que empresas que investem no segmento exponham as suas tecnologias e produtos, chamando a atenção de investidores e empresários, bem como da opinião pública mundial. ?Também haverá a exposição de empresas que trabalham para a prevenção e recuperação ambiental, diretamente ligada à reciclagem?, informa Bello.

Apesar de ser um tema em voga há alguns anos, a reciclagem ainda é cara e a saída de produtos para o mercado acaba assimilando esses custos. O papel reciclado, por exemplo, chega a custar 30% a mais que o papel comum. ?Acredito que a saída para um maior investimento dos empresários no setor é a criação de subsídios do governo federal.?

Entre os expositores, um dos destaques é a empresa paranaense Ambiental Santos, que desenvolveu um sistema de filtragem de óleo vegetal pós-consumo. Após o processo, o material reciclado pode ser usado na elaboração e fabricação de plástico, tintas, borrachas, cosméticos e rações animais.

Outra empresa que chama a atenção é a catarinense Serimar Madeiras e Incobio, que desenvolveu o briquete, uma lenha ecológica, obtida pela compactação mecânica de restos de pinus e eucaliptos utilizados em madeireiras.

Jornada

Simultaneamente à feira acontece a Jornada Brasileira de Reciclagem e Tecnologia Ambiental, com palestras diárias sobre temas como gestão ambiental, crédito de carbono, reciclagem industrial, energias renováveis e mercado e políticas de incentivo à reciclagem. A abertura será feita pelo jornalista André Trigueiro, fundador do curso de Jornalismo Ambiental na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Mais informações sobre a feira ou a jornada podem ser obtidas no site www.montebelloeventos. com.br.