Moradores de Apucarana e Londrina, na região norte do Estado, continuavam com problemas de falta d?água na manhã de ontem. O abastecimento das duas cidades foi prejudicado devido às chuvas fortes ocorridas nos três últimos dias. Em Apucarana, cidade mais atingida, a Defesa Civil estima que 97 mil pessoas tenham sido afetadas. A interrupção no abastecimento aconteceu devido à inundação na estação de captação de água da Sanepar localizada no Rio Piquiri.

Em Londrina, alguns bairros da região sudeste da cidade ainda continuavam desabastecidos. O problema ocorreu em função da turbidez da água do Rio Pirapó que, na tarde da última sexta-feira, estava em 2.800 unidades, quando o normal é entre 100 e 700. "Tanto em Londrina quanto em Apucarana, o abastecimento deve levar dois ou três dias para ser totalmente reestabelecido", calcula o tenente da Defesa Civil do Paraná, Gilson de Mattos. Em Apucarana, 30 pessoas ainda estão desabrigadas. Em Maringá, 60% da população tinha ficado sem água na sexta-feira. Porém, também segundo a Defesa Civil, a situação foi normalizada ontem de manhã. (Cintia Végas)