enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Estudantes promovem manifestação pela paz

  • Por Rosângela Oliveira
Walter Cuco Alves/O Estado
Jovens se concentraram em frente ao
prédio da UFPR, na Praça Santos Andrade.

Estudantes de Curitiba pediram o fim da guerra e a paz mundial durante uma manifestação que reuniu mais de mil pessoas no centro da cidade, ontem pela manhã. Gritando palavras de ordem ? como “Estudantes na rua, Bush a culpa é sua!” ?, e levantando faixas e cartazes, os estudantes saíram da Praça Santos Andrade, seguindo pela Avenida Marechal Deodoro, até a Boca Maldita.

A manifestação ? que também aconteceu em outras capitais brasileiras ? serviu ainda para marcar a luta dos estudantes por ensino público, gratuito e de qualidade. Durante os discursos os manifestantes cobraram a instalação de mais uma universidade pública em Curitiba, além de contratação de professores e melhoria nas escolas. “Não aceitaremos que nenhum centavo da Educação seja tirado para financiar à guerra”, afirmaram. Enquanto passavam pelo centro da cidade, os estudantes receberam o apoio de alguns pessoas que jogavam papel picado das janelas dos prédios.

De acordo com o representante da União Paranaense de Estudantes Secundaristas (Upes), Edenílson Argentão, os estudantes queriam alertar a população sobre as conseqüências da guerra. Ele acrescentou que a atitude dos EUA pode ser muito mais abrangente, “pois existem outros alvos que estão na mira do presidente daquele país, e não podemos descartar o Brasil, que hoje pode manter um relacionamento diplomático, mas amanhã não sabemos se isso se manterá”. Argentão disse ainda que além da questão econômica que envolve a guerra, está a posição de George Bush em impor uma cultura americana no mundo, desrespeitando opiniões e culturas diferentes.

O presidente da União Paraense de Estudantes (UPE), Madson de Oliveira, disse que manifestações como a de ontem devem se repetir em diversas partes do mundo para demonstrar que a população está contra a guerra. “Quanto mais a sociedade demonstrar sua insatisfação e isolar os EUA, a guerra se enfraquecerá, pois uma coisa é ter o apoio de todo o mundo, outra é ficar sozinho nessa batalha”, disse.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas