Um estudante morreu após ser atingido por um colega dentro de uma escola no interior de São Paulo. O fato já grave por si assume contornos ainda mais preocupantes quando se avalia as condições do ocorrido.

O estudante Fernando Fragali, de 15 anos, foi atingido por um apagador na cabeça durante uma brincadeira dentro da sala de aula. O incidente ocorreu na Escola Estadual Ariovaldo da Fonseca, na cidade de Ibitinga, em São Paulo, semana passada.

Fernando não morreu na hora. Ele chegou a ser socorrido e hospitalizado, mas dois dias depois não resistiu em decorrência da pancada.

Chamada para investigar o caso, a Polícia Civil de Ibitinga, apurou que o incidente aconteceu quando os estudantes estavam sozinhos na sala. Durante uma brincadeira de arremessar o apagador até o quadro, o objeto acabou acertando Fernando, que teve tontura e vômitos. O menino foi levado ao hospital pela mãe, ficou internado em estado grave e morreu dias depois.

O ocorrido do lamentável incidente chama a atenção de pais e educadores sobre as brincadeiras entre jovens estudantes na escola, que muitas vezes descambam para violência com graves consequências.