enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Degustação

Escolher a bebida certa garante o sucesso das festas

Espumante, cerveja, vinho. Cada prato tem sua combinação ideal

  • Por Carolina Gabardo Belo

Tão importante quanto os pratos da ceia de Natal e de Ano Novo, a escolha das bebidas também merece atenção para garantir o sucesso da festa. Uma escolha errada pode comprometer a degustação dos alimentos, alterando o paladar.

E não há restrições. Cerveja, vinho e espumantes podem muito bem ser combinados com os pratos típicos da época, desde que selecionados corretamente.

“A cerveja combina, sim, e é muito fácil de harmonizar”, garante o gerente e responsável pela compra de bebidas na rede Família Farinha, Pedro Farinha, que destaca a facilidade em harmonizar a cerveja com alimentos fortes e picantes. “É mais versátil e não tem dificuldade”, diz.

Cada tipo de vinho também é indicado para determinados alimentos, independente do clima quente ou frio. “O vinho combina com as festas de final de ano, desde que sejam secos”, afirma a sommelier Tháys Ferrão, que destaca os vinhos coloniais.

De acordo com ela, os vinhos coloniais são mais indicados aos pratos das festas das famílias brasileiras, como peru e pernil. “Temos vinhos coloniais bem pensados e elaborados”, afirma Tháys, que indica a Vinícola Franco Italiano, de Colombo, como uma das empresas focadas na produção deste tipo de vinho.

“Quando o vinho é doce, sobra açúcar, e as papilas gustativas se fecham, fica só a doçura e a pessoa não consegue sentir o gosto do salgado”, explica. Ela também ressalta a temperatura correta para consumir a bebida. “Espumante de 6ºC a 8ºC, branco de 8ºC a 10ºC, rosê de 10ºC a 12ºC e tinto de 14ºC a 18ºC. Se não estiver na temperatura correta as características se perdem, o aroma, o gosto, todas as boas impressões”, avalia.

O administrador Edilson Batista de Campos não dispensa o consumo do vinho, inclusive nas festas de fim de ano, especialmente o branco, que, de acordo com ele é mais refrescante para a ocasião.

“É uma bebida que enobrece a ceia”, diz ele, que também aproveita o produto como presente, sem também descartar os espumantes. “O espumante também serve para muitas ocasiões. Já participei até de feijoada com espumante seco”, conta.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas