Alunos de Rolândia vão começar as aulas do ano que vem em uma nova escola e mais perto de casa. A construção do novo prédio era aguardada há mais de 20 anos. Com a obra, Rolândia contará com seis escolas estaduais. O Colégio Estadual Professor José Alexandre Chiarelli vai atender cerca de 2 mil alunos de conjuntos habitacionais do município. Outras unidades de ensino da Secretaria de Estado da Educação, na região Norte, passaram por reformas para melhorar o ambiente escolar e dar melhores condições de aprendizagem.

No novo colégio, o Governo do Estado investiu R$ 3,3 milhões, e além de melhorar e ampliar o atendimento por vagas, levou o estudo mais perto dos jovens. Maicon Raiter Galupo leva 40 minutos de casa na escola todos os dias. Com colégio mais perto serão apenas dois minutos. “Passo todo dia em frente à escola nova e já bate uma vontade enorme de estudar lá”, conta Maicon.

Para a dona de casa Joselaine Cristina dos Reis, mãe da aluna Gabriele Cristina, a escola traz mais segurança para os alunos. “Como mãe estou muito contente, porque minha filha vai estudar perto de casa e fica mais fácil participar da vida escolar dela”, comemora Joselaine.

 

O aluno Bruno Freitas de Oliveira acredita que a escola vai ajudar a combater a evasão. “O escola nova vai servir como um incentivo para que pessoas que abandonaram os estudos voltem a estudar”, afirma.

 

O prefeito Johnny Lehmann disse que a escola vai também aproximar o setor público daquela comunidade. “A cidade cresceu muito e essa escola vai preencher uma lacuna de 20 anos, numa região carente, graças ao empenho do governador Beto Richa. É um equipamento que faltava, com um prédio moderno e de qualidade que vai valorizar a nossa população”, diz o prefeito de Rolândia.

Com a escola mais próxima da comunidade, o município vai economizar com transporte escolar. “Esse dinheiro que será economizado servirá para reforma das escolas ou em alguma melhoria para a educação”, diz Lehmann.