Uma criança morreu quinta-feira à tarde em Ibiporã, a 490 quilômetros de Curitiba, no Norte do Paraná, arrastada por uma enxurrada. O corpo foi retirado pelos bombeiros 45 minutos depois de dentro de um bueiro. Outra criança também ficou ferida em razão da chuva forte. A chuva demorou cerca de meia hora, mas destruiu muros de residências e de um cemitério, além de destelhar casas e derrubar árvores.

De acordo com a Prefeitura de Ibiporã, o menino Maicom Fernando Caetano, de 10 anos, estudante da Escola Municipal Galdina Ferreira Gonçalves, estava saindo e resolveu brincar com um colega próximo a uma canaleta que fica nos fundos do terreno, quando foi arrastado pela força da enxurrada. “Ele ficou batendo o braço, eu tentei segurar e não consegui”, disse o colega Edson da Silva, também de 10 anos.

Uma máquina teve de ser chamada para abrir o bueiro e permitir que os bombeiros encontrassem a criança. A diretora da escola, Clélia Oliveira, classificou o incidente como “fatalidade”. Próximo à casa de Maicom, outra criança, Rogério Souza, também caiu dentro de um bueiro que estava sem proteção. O menino conseguiu se salvar, mas teve vários cortes pelo corpo.