Para lembrar o Dia do Motociclista, comemorado nesta sexta-feira (27), o Detran e o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) realizaram, durante a tarde, blitz educativa na Rua Marechal Floriano Peixoto, Boqueirão, em Curitiba. O objetivo foi orientar os motociclistas em relação às leis e regras de trânsito.

Para o diretor do Detran, coronel David Antônio Pancotti, é importante lembrar esta data com a conscientização dos motociclistas sobre seus deveres e direitos. ?Todos que utilizam motocicletas ou motonetas, grupo no qual eu também me incluo, devem lembrar a data como um momento de reflexão sobre suas atitudes no trânsito, principalmente ao uso de equipamento de segurança?, diz Pancotti, que acredita ser a redução no número de acidentes envolvendo motos o melhor presente a ser recebido pelos motociclistas.

A preocupação do diretor do Detran/PR se justifica devido ao fato de os acidentes com motocicletas seguirem na contramão dos demais. Enquanto os acidentes com automóveis e camionetas tiveram redução de 4,9%, de 2005 para 2006, os acidentes envolvendo motocicletas aumentaram 8,77%, no Paraná.

Apesar da prorrogação da resolução 203 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que diz respeito ao uso do capacete de segurança, a equipe que participou da blitz, ajudou a esclarecer algumas dúvidas sobre a resolução, e informou sobre a prorrogação da resolução, que entra em vigor somente a partir de 1.º de janeiro de 2008.

Aprovação

O estudante Homero Ravedutti Neto, 22 anos, aprovou a blitz. ?Foi muito proveitoso os minutos em que estive parado na blitz. Pude esclarecer algumas dúvidas. E até mesmo fiquei sabendo que as regras sobre o capacete foram adiadas para o ano que vem?. O motoboy Marco Aurélio, 26, também ficou sabendo da prorrogação da resolução enquanto era abordado na blitz. ?Esse tempo a mais para cumprir as regras será bom para todos os motociclistas?, declara.

Porém, a capitão Andréia Cristina Lazzarotto do BPTran diz que apesar da prorrogação não se deve esquecer da resolução. ?Iremos continuar abordando as determinações desta resolução em outras blitze. Este tempo a mais é para que os motociclistas possam tirar todas suas dúvidas e se adequar às novas normas?, explica Andréia.

O intuito educativo da blitz foi bem assimilado pelos motociclistas que elogiaram a iniciativa. ?É uma blitz muito bem organizada. E as resoluções vêm para ajudar e não atrapalhar. Pode ser que signifique um custo hoje, mas o beneficio amanhã é muito valioso, já que estamos falando de segurança e preservação de vidas?, diz o contador Luiz Alberto, 36, que se dirigia ao trabalho com sua motocicleta.