A primeira semana de isolamento social no Paraná causou redução de 35% nas ocorrências policiais, de acordo com a levantamento da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), divulgado quarta-feira (25). Segundo a pasta, entre os dias 16 e 23 de marços foram registradas 2.094 ocorrências a menos do que entre os dias 9 e 15.

A Sesp indica que houve queda de 36% nos registros de furtos. Foram de 3.039 ocorrências para 1.941. O número de roubos caiu 31%, de 898 para 622. Ainda, os furtos de veículos em todo o estado caíram 29% (de 352 para 250), enquanto roubos de veículos tiveram queda de 32% (de 134 para 91).

LEIA MAIS – Paraná amplia leitos de UTI e Ratinho Jr. diz que isolamento doméstico segue valendo

Só em Curitiba, foram registrados 379 roubos antes da quarentena e 228, depois. As ocorrências de furtos caíram quase pela metade: de 837 para 495.

Segundo a análise da secretaria, a redução tem relação direta com as orientações para que a população fique em casa neste período de combate ao novo coronavírus. “A população está saindo menos de casa e, com isso, fica menos exposta ao crime, e os oportunistas com menos chance para cometer o ilícito”, disse o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

VEJA TAMBÉM – Detran-PR estende prazos para renovação da CNH e outros serviços

Apesar das orientações de isolamento social, nem a Polícia Militar e nem a Polícia Civil paralisaram as atividades. Por outro lado, há orientação para que os boletins de ocorrência sejam registrados pela internet, exceto em caso de crimes graves, como homicídios e estupros.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: