Os servidores do INSS e dos ministérios da Previdência, Saúde e do Trabalho entram em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (07). A decisão foi tomada em assembleia realizada no dia 27 de junho.

Segundo o Sindisprevpr, a proposta apresentada pelo governo no dia 25 de junho não atende às reivindicações da  categoria, que cobra 27% de perdas salarias ao longo de quatro anos, contra 21% oferecido pelo governo.

Além disso, a categoria cobra a imediata realização de concurso público; fim do assédio moral; plano de carreiras; incorporação das gratificações; fim da terceiização; paridade entre servidores ativos e aposentados e atendimento em turno ininterrupto. O sindicato também confirma o fechamento das agências do INSS em Curitiba.