Dados do Batalhão de Trânsito de Curitiba (BPTran) apontam que ao longo de 2009 foram registrados na capital 5.183 acidentes com vítimas e, nos três primeiros meses de 2010, outros 1.170. No mesmo período foram 216 atropelamentos e 16 mortes.

A elaboração constante desses relatórios sobre acidentes de trânsito em Curitiba fez com que o BPTran, em parceria com Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), criasse ontem o Comitê Técnico Operacional de Trânsito.

Para o tenente-coronel Loemir Matos de Souza, do BPTran, de nada adianta existirem somente planilhas. “No decorrer do tempo constatamos que tínhamos apenas números, nada mais do que isso. Como detemos as informações de onde os acidentes acontecem, firmamos essa parceria na tentativa de minimizar e solucionar de fato a causa dessas colisões”, explica.

O trabalho do comitê começará nos cinco cruzamentos com mais acidentes de Curitiba em 2009. São eles: Victor Ferreira do Amaral com BR-116 (18 acidentes); Victor Ferreira do Amaral com Brasília de Lara (15 acidentes); Sete de Setembro com Mariano Torres (15); João Negrão com Sete de Setembro (12); e Avenida Juscelino Kubitschek com Eduardo Sprada (12).

“Poderemos mudar o tempo no sinaleiro, acrescentar placas, faixas, dentre outras modificações que, mesmo pequenas, podem solucionar grandes problemas”, revela. A população pode participar pelo telefone (41) 3281-1600 ou pelo e-mail bptran@pm.pr.gov.br.