enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Comissão abre as propostas para novos táxis de Curitiba

Resultado da classificação deve sair até o dia 26 de dezembro

  • Por Redação

A comissão especial da licitação do táxi iniciou na manhã de ontem, no Salão de Atos do Parque Barigüi, a abertura das propostas técnicas dos concorrentes às 750 novas placas. Serão abertos 2.143 envelopes de propostas, em três sessões públicas que estão marcadas para até amanhã, das 9h às 17h. A previsão da comissão é que até o próximo dia 26 seja possível anunciar os resultados da classificação.

A sessão, que contou com a presença de cerca de 100 pessoas, foi aberta pelo presidente da comissão de licitação, Wilhem Meisner, diretor administrativo-financeiro da Urbs. Para garantir a transparência do processo, foi solicitada a participação de seis voluntários, que junto com membros da comissão, conferem de perto a abertura dos envelopes seguida da numeração e rubrica em cada documento. A partir de quinta-feira a comissão vai se reunir em sessões reservadas para fazer a classificação dos concorrentes, trabalho que pode ser finalizado ainda na sexta-feira ou, em função dos feriados, no dia 26 deste mês.

A partir da classificação, a comissão se reúne novamente em sessões reservadas para analisar a documentação dos primeiros 750 classificados. Em todas as etapas são observados os prazos legais de recurso e contra-argumentação, o que não permite estabelecer uma data para o encerramento da licitação. A previsão é que os 750 novos táxis estejam em operação ainda no primeiro semestre de 2014. As decisões e esclarecimentos da comissão de licitação são publicadas no site da Urbs (www.urbs.curitiba.pr.gov.br) e podem ser acessadas por qualquer interessado.

Novidades

Com a realização da primeira licitação da história da cidade, a frota de táxi passará de 2.252 para 3.002 veículos. Além disso, o decreto de regulamentação da atividade determina que os táxis fiquem em operação por, no mínimo, 12 horas por dia, além de fixar horários de pico no qual 100% da frota deverá estar em circulação.

O decreto também prevê a utilização do sistema biométrico para intensificar a fiscalização. Com o novo sistema, a Urbs terá condições de saber quem é o motorista que está dirigindo o táxi, quantas horas de trabalho, o tempo que fica parado, entre outras informações. O equipamento de biometria deverá ser instalado dentro de 60 dias, prorrogáveis por mais 60 dias a contar da data de assinatura do Termo de Autorização.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

1 Comentário em "Comissão abre as propostas para novos táxis de Curitiba"


André G
André G
5 anos 2 meses atrás

Sabendo que URBS gastou R$ 30 MILHÕES no sistema de bilhetagem através esquema sem licitação $$ para favorecer a $$ DATAPROM $$, agora fico imaginando o que deve ta rolando com essas placas heim $$$ HO HO HO..Papai Noel vai ser gordo esse ano!

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas