Foto: Lucimar do Carmo/O Estado
Jonel Chede.

O calçadão da Rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba, é o palco para manifestações políticas e apresentações artísticas. É um local de compras, serviços e lazer do curitibano. Um dos cartões-postais da capital paranaense. Então, nada mais justo do que um presente especial para o calçadão neste final de ano. Na madrugada de ontem, mais de duzentas pessoas fizeram uma megalimpeza no local, desde a Rua Presidente Faria até a Praça Osório. O calçadão da XV amanheceu ontem limpo e pronto para mais um ano.

Os trabalhos partiram da iniciativa da Associação Comercial do Paraná, Prefeitura de Curitiba, da Fundação do Asseio e Conservação do Paraná (Facop) e de empresas voluntárias. A limpeza começou na noite de sexta-feira e terminou às cinco horas da manhã de ontem. Foram usados quatro mil litros de desengordurante, cinco caminhões pipa com água não potável. Toda a limpeza foi feita em uma extensão de 750 metros.

A primeira limpeza do calçadão aconteceu no ano passado e, em 2006, os trabalhos superaram as expectativas. ?Foi uma ótima experiência. A qualidade do serviço foi ótima?, afirma o vereador Manassés de Oliveira, também diretor da Facop. Para o presidente do Conselho Gestor do Centro Vivo – projeto da Associação Comercial do Paraná -, Jonel Chede, a limpeza do calçadão teve um ótimo resultado. ?A limpeza foi sensacional, com grandes parceiros. Mas o mais importante foram as pessoas que, espontaneamente, deixaram o conforto de seus lares para dar brilho e perfume no calçadão?, comenta.

Todos os idealizadores do projeto pretendem reivindicar a inclusão da limpeza do calçadão da XV no calendário oficial de Curitiba. Seria o pontapé inicial para as festividades no Natal. ?Estamos esperando que a prefeitura torne o evento oficial, com o objetivo de ajudar Curitiba a se tornar a capital do Natal. É uma maneira de brindar a população que vem para o centro e o empresariado?, avalia Chede.

Manassés acredita que o projeto pode ainda ser estendido para outros locais da cidade, como parques, regionais da Prefeitura e locais de grande circulação de pessoas.