A partir de amanhã, os alunos regularmente matriculados em escolas estaduais começam a receber o formulário para rematrícula para o ano letivo de 2004. Esses estudantes têm vaga garantida e a confirmação deve ser feita pelo pai ou responsável, mediante entrega do formulário, que será enviado aos pelo próprio colégio. O envio dos formulários termina no dia 7 de novembro.

Em caso de requerimento de transferência o aluno não precisa preencher o formulário. Ele deve procurar a instituição desejada e aguardar até o dia 18 de dezembro para a confirmação da matrícula, que estará vinculada ao número de vagas disponíveis na escola.

Este ano, as matrículas para os alunos que vão cursar a quinta série do ensino fundamental ocorrem de duas maneiras no Estado. Em 35 municípios paranaenses, incluindo Curitiba, será utilizado o “georreferenciamento”. O sistema permite uma localização precisa da residência do aluno.

A verificação é feita de acordo com os códigos dos postes da Copel e garante que a vaga reservada ao aluno, previamente cadastrado no estabelecimento de ensino de origem, seja no colégio mais próximo de onde ele mora. Uma carta, enviada para a escola onde já estuda, informa o local onde ele tem lugar assegurado.

De acordo com Ana Lúcia Schulhan, do Departamento de Infra-estrutura da Secretaria de Estado da Educação, é dever do Estado oferecer o ensino próximo do aluno. “O georreferenciamento nos auxilia também na verificação da região em que temos mais demanda por escolas”, completa. Em Curitiba, o Estado faz parceria com o município e o georreferenciamento é disponibilizado também para alunos que ingressam na primeira série, garantindo assim o maior número de alunos matriculados.

Na maior parte da rede, no entanto, o processo continua o mesmo. De acordo com fluxo entre estabelecimentos de ensino, os alunos são encaminhados, seguindo o critério de proximidade de casa, com a orientação dos Núcleos Regionais de Educação.

Depois do dia 18 de dezembro, ainda durante o período reservado para as transferências de estudantes que desejem mudar de colégio, os alunos vindos de escolas particulares, de outros estados ou os que vão retomar os estudos, podem efetuar o cadastro de espera e aguardar as vagas disponíveis até o início do ano letivo.