enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Comec garante integração no transporte na RMC

  • Por Olavo Pesch

Em entrevista, o diretor-presidente da Comec, José Camargo, confirma que recebeu da Urbs protocolos solicitando a renovação do convênio e do subsídio para 2014, no valor de R$ 145 milhões, e informou que o órgão estadual trabalha para que isso aconteça. “Com certeza o convênio será refeito. Temos feito reuniões com a Urbs semanalmente e as duas instituições trabalham com o mesmo objetivo. A Comec está fazendo levantamentos técnicos para quando chegar no momento da renovação ter informações suficientes para poder quantificar o valor do subsídio, se é o que a Urbs está pedindo, e encaminhar para as autoridades, que darão a palavra final”, explica.

Segundo Camargo, a intenção é chegar a um acordo para manter a integração do transporte coletivo da Grande Curitiba “com a melhor qualidade possível e custo justo”. Entre as variáveis que integram o cálculo do subsídio, ele cita o impacto da convenção coletiva dos motoristas e cobradores. “Vai influenciar na planilha e no valor do subsídio’, aponta. Questionado sobre a possibilidade do Estado assumir as linhas metropolitanas, como sugerido pelo prefeito da capital, Gustavo Fruet (PDT), ele limitou-se a dizer que “quando o Estado se propõe a dar subsídio já está assumindo o custo da integração metropolitana, mas pode assumir a gestão disso”. Pelo convênio em vigor, a Urbs gerencia as linhas metropolitanas, que seria papel da Comec.

Já com relação à licitação para as linhas metropolitanas, informou que o órgão contratou a Fipe para auxiliar na parte econômica e na pesquisa de origem e destino’.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas