enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Com patios lotados, fábricas vão parar produção

Na Renault trabalhadores terão dez dias de férias a partir de 30 de dezembro

  • Por Pedro Menck

Com a proximidade do final do ano, os cerca de 9.300 funcionários de chão de fábrica das três montadoras de veículos do Paraná terão férias coletivas durante os meses de dezembro e janeiro. Mesmo com a produção a todo vapor, com a paralisação da linha de montagem, mais de 2.100 automóveis vão deixar de ser fabricados diariamente no Estado.

As indústrias informaram que as férias são programadas no início do ano e que o desempenho da produção de carros não é afetado em virtude da parada nas linhas de montagem.

A Renault tem o maior número de funcionários, a maior produção diária e está com os pátios lotados de veículos. Os 3.200 trabalhadores da fábrica principal terão dez dias de férias a partir de 30 de dezembro.

A unidade produz 1.100 unidades de Sandero, Logan e Duster por dia.

Na unidade de veículos utilitários, compartilhada com a Nissan, são 90 unidades produzidas todos os dias e os 600 funcionários terão 20 dias de férias a partir de 23 de dezembro. Há ainda 400 funcionários na fábrica de motores que param por 20 dias a partir de 16 de dezembro.

Outras

Na Volkswagen os 2.900 empregados da produção vão deixar de produzir 850 unidades de Fox, Spacefox, Crossfox e Golf. Os funcionários do primeiro turno terão 20 dias de descanso a partir de 16 de dezembro, enquanto os do segundo e terceiro turnos terão 30 dias a partir de 9 de dezembro.

Na Volvo, 2.200 funcionários da linha de produção terão férias de 19 de dezembro a 13 de janeiro. Neste período, 80 caminhões pesados, 40 caminhões leves e 12 ônibus deixarão de ser montados diariamente.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas