Foto: Aliocha Maurício

José: ?Deslocamento?.

Na noite da próxima terça-feira inicia o outono. Mas para os astrônomos não se trata apenas do começo de uma nova estação, mas também o dia em que ocorre o fenômeno chamado equinócio do dia 21 de março. Explicam eles é nessa época que os dias e noites têm exatamente a mesma duração, diferentemente do que acontece no verão ou no inverno, quando o Sol nasce e se põe mais a leste ou a oeste e, conseqüentemente, os dias ficam mais curtos ou mais longos. Quem for ao Planetário do Colégio Estadual do Paraná hoje, às 11h, poderá ver antecipadamente o equinócio da próxima terça-feira mediante o pagamento de uma taxa de R$ 6.

O astrônomo e professor do colégio, José Luís Ungaretti da Silva, explica o fenômeno do equinócio. Segundo ele, juntamente com as quatro estações do ano (primavera, verão, outono e inverno) têm-se também dois equinócios referentes ao início delas: um no dia 21 de março (início do outono) e outro em 21 de setembro (começo da primavera). Os equinócios, continua o professor, são referentes ao movimento do planeta Terra em torno do Sol durante um ano. ?Quando olhamos para o céu temos a sensação que quem está se deslocando é o Sol, mas na verdade é a Terra. Chamamos isso de movimento aparente em torno da Terra?, explica. Desta forma, na medida em que a Terra vai se deslocando, o Sol vai se pondo cada vez mais ao norte e, quando chega o mês de junho (época de inverno), ele se põe no extremo norte. ?No caso do equinócio da próxima terça, o Sol vai nascer rigorosamente no extremo leste e se pôr rigorosamente no norte?, explica.

Já os chamados solstícios são referentes ao verão (em dezembro) e inverno (em junho). ?Aí o Sol começa a voltar e os dias passam a ter durações diferentes?, diz. Silva explica ainda que as datas são estipuladas apenas para efeitos didáticos. ?Astronomicamente falando, o equinócio de outono não tem um dia fixo, pode acontecer no dia 20 ou 21 de março. Porém estipulamos o dia 21 para ensinar na escola?, comentou.

No Planetário do Colégio Estadual, hoje, os visitantes vão poder ver durante uma hora todas as mudanças que o equinócio de outono provoca no céu com a chegada da nova estação. Segundo o professor Silva, são mudanças gradativas, mas que são verificadas todos os dias, em todas as estações do ano. ?Vamos mostrar as principais estrelas, a posição do Sol e da lua, além dos planetas?, revela. Aliás, no observatório do colégio é possível ver o céu em qualquer época, tanto no futuro como no passado. ?Nós vamos pedir para as pessoas que vierem aqui hoje que olhem com muita atenção?, brinca o professor. O planetário do colégio tem ainda outras apresentações durante o ano. O telefone do local é (41) 3304-8912.