Em nota enviada ao Paraná Online, a respeito da matéria “Alunos temem fim de cursos técnicos”, a direção do Colégio Estadual Rio Branco explica que “as mudanças nos horários no início de cada semestre, quando acontecem, visam reorganizar a grade horária semanal por conta da saída de professores que deixam aulas buscando colégios que possuam número maior de turmas”. Segundo o comunicado, “todas as escolas, não somente o Colégio Rio Branco, sofrem com a estruturação do seu quadro de professores. A solução não é fácil e não depende do colégio, mas sim da Secretaria da Educação: a contratação de professores especializados por intermédio de concurso público”.

Em relação à administração dos cursos técnicos, a diretora Ana Claudia Michelin informa que recentemente houve redução das horas de permanência dos coordenadores no colégio, “influenciando diretamente a qualidade do acompanhamento administrativo e pedagógico dos cursos”. Ela enfatiza que é necessário ampliar a carga horária destes profissionais e nega improviso das aulas e falta de professores de informática, como relatado por estudantes ao Paraná Online.