Pode parecer difícil de acreditar, mas há quem goste dos dias chuvosos que ocorrem em Curitiba. O que não é difícil é deduzir que as pessoas que curtem o tempo úmido na capital sejam donas de uma loja especializada na venda de sombrinhas e guarda-chuvas. Na verdade, trata-se do mais tradicional e antigo estabelecimento do ramo. “Torcemos para que chova todos os dias”, brinca Kika Szmargowicz, proprietária da Casa das Sombrinhas. Quando isso acontece, as vendas chegam a triplicar.

Brincadeiras à parte, Kika faz parte da família que fundou e administra até hoje a loja, que está no mercado desde 1950. “Pelo tempo que estamos na praça, sem dúvida alguma somos referência quando o assunto é sombrinhas, guarda-chuvas e outros objetos que protejam as pessoas da chuva e do sol”, conta a empresária.

Há mais de 60 anos no mercado, hoje a Casa das Sombrinhas conta com duas lojas no Centro. A primeira fica na Rua Voluntários da Pátria e é o endereço oficial desde a fundação. Já a segunda unidade, localizada na Rua José Loureiro, foi aberta há pouco mais de quatro anos. “Na nossa primeira loja funcionou por muitos anos a nossa fábrica. Antes fabricávamos nossos próprios produtos, mas após a abertura do mercado e a chegada de produtos com preços mais competitivos, decidimos comprá-los prontos”, explica Kika.

Made in China

A empresária se refere à invasão de sombrinhas e guarda-chuvas chineses, que abocanharam os produtos fabricados no Brasil. “As sombrinhas chinesas têm duas linhas: os produtos com qualidade e as unidades com baixo custo e pouca qualidade. Nós aqui trabalhamos com produtos realmente muito bons. Sempre prezamos pelo alto padrão em nosso produtos e não é porque esse material é chinês que ele é ruim. São muito bons e somos nós, que entendemos do assunto, que estamos dizendo”, afirma Kika.

Apesar de “comemorar” os dias chuvosos de Curitiba, a Casa das Sobrinhas mantém o volume de vendas durante o ano todo. “Além de vendermos guarda-chuvas, oferecemos também uma linha especial para se proteger do sol, que vende bem também. Temos também uma oficina para conserto. Muitos se perguntam se vale a pena pagar para arrumar se pelo mesmo preço dá para comprar outro. Mas quando se tem um produto de qualidade, vale a pena arrumar, sim”, diz Kika.

Gerson Klaina
Na loja é possível encontrar guarda-chuvas e sombrinhas dos mais variados tamanhos, modelos e cores. Também há artigos específicos para se proteger do sol.