enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Zé do Galo vem aí!

Catador de recicláveis não sai de casa sem o seu mascote

O atual companheiro é o “Gaúcho”, por ter penas nos pés que lembram bombachas

  • Por Pedro Menck

José Machado de Oliveira Neto, 44 anos, é mais conhecido como Zé do Galo. Morador da Vila Santana, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), ganha a vida recolhendo e vendendo materiais recicláveis. O que chama atenção é que ao sair para trabalhar, Zé leva em sua bicicleta os inseparáveis galos. Atualmente é o quinto, que ele diz ensinar a conviver em sua casa.

Zé do Galo conta que começou com a mania a partir de um colega de trabalho que tinha um galo que cantava muito, o que o fez gostar dos animais. “O primeiro que eu tive ficou comigo durante três anos e era lindo”. Um cachorro acabou com a vida do bicho. Zé conta que passa o dia todo com os galos. “Eu saio de manhã e eles vão comigo o dia todo. Tudo que eu como, coxinha, pastel, eles comem também”.

Os galos são adquiridos em uma chácara de Araucária por R$ 20 cada. O atual companheiro chama-se Gaúcho, por ter penas nos pés que lembram bombachas. Zé afirma que ensina os galos a se comportar e não fazer sujeira dentro de casa. Gaúcho foi ensinado em apenas três dias. “Tem galo que eu vou buscar de bicicleta e volto para casa conversando. Quando chegamos aqui, ele já está menos arisco”.

Papagaio

Ex-usuário de álcool, ele afirma ter largado o vício há três anos. Mesmo tempo que trabalha juntando material reciclável. Zé mora com sua mãe e sustenta a casa percorrendo as ruas da cidade de bicicleta e com a companhia do galo. Mas ele avisa que está com outros planos. “Eu queria comprar agora um papagaio. Já pensou se eu ensino o galo a falar?”.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas