Fotos: Lucimar do Carmo
Na expectativa de trocar as alianças, noivos concentram-se nas palavras do padre…

Cinqüenta e quatro casais disseram ?sim? na cerimônia de casamento coletivo realizada ontem, no Santuário Nossa Senhora do Carmo, no bairro Boqueirão, em Curitiba. A iniciativa é da própria paróquia, que realiza o matrimônio em grupo há seis anos.

… e a igreja, lotada, observa
com atenção a celebração
do matrimônio.

De acordo com o pároco da igreja, padre Luiz Alberto Kleina, o objetivo desse evento é dar oportunidade para as pessoas que não têm condições financeiras de realizar o rito religioso.

?Muitas das pessoas que vieram aqui para participar da cerimônia já estão casadas no civil ou simplesmente vivem juntas. Hoje (ontem), muitos deles estão concretizando o sonho de se casar em uma igreja e receber as bênçãos de Deus?, revela o pároco.

Muitas das pessoas que vieram para participar
da cerimônia já estão casadas no civil ou vivem juntas. Elas estão concretizando o sonho de se casar em uma igreja. Luiz Alberto Kleina, pároco do

Santuário Nossa Senhora do Carmo.

Para o padre, poder realizar esses casamentos é emocionante. ?O rito desse tipo de cerimônia é o mesmo do casamento individual. Mas o que toca a gente é que os noivos aguardaram essa chance por muito tempo e eles geralmente são de origem humilde.

? Além disso, lembra o religioso, sempre é bom resgatar os fiéis que andam mais afastados da igreja e que ainda não tiveram a chance de receber o sacramento do matrimônio.

Geraldo e Angélica: iniciativa tornou possível a união no religioso.

Um dos casais que participou do casamento coletivo, Geraldo Régio Matos e Angélica Alves dos Reis, comenta sobre a importância do evento.

?Estamos namorando há seis anos e moramos juntos há quase um ano. Se não tivesse essa cerimônia, não iríamos nos casar na igreja porque é caro e não temos condições?.

O evento é realizado uma vez por ano, sempre no mês de maio, e é aberto a noivos de todas as idades.