O casal Nivaldo e Maria Ribeiro mora na Rua Município Enéas de Marques, na CIC, há mais de 20 anos. Quando se aposentou, após trabalhar mais de três décadas na Telepar, Seu Nivaldo se mudou para o local e se viu obrigado a procurar algo para fazer, com o objetivo de manter a “cabeça boa”, como ele mesmo diz. “Você está acostumado a trabalhar todo o dia e de repente para. Tive que buscar alguma coisa pra fazer”.

A solução estava em frente à casa do casal, num extenso canteiro à beira do muro da Estação Barigui, da Copel. Os dois transformaram o espaço numa grande horta para cultivar furtas e verduras para consumo próprio e para toda a vizinhança. “Começamos aos poucos, plantado tudo devagarzinho. Daí a horta começou a ficar grande e hoje os vizinhos vêm aqui quase que todo o dia buscar alguma coisa”, conta Dona Maria.

Hoje a horta já ocupa cerca de 50 metros da quadra e produz os mais variados tipos de verduras e frutas, além de ervas para temperos e chás. “Temos couve, alface, morango, goiaba, abacateiro, cebolinha, salsinha e mais um monte de coisa”, orgulha-se Seu Nivaldo. Aos 73 anos, ele comenta que a horta cumpriu sua função de mantê-lo ocupado na aposentadoria. “Venho aqui todo o dia, cuido das plantinhas e isso me deixa feliz. Ajudamos a vizinhança e também sempre temos verduras e frutas frescas, cultivadas sem veneno”, destaca.