A partir de janeiro, todos os escritórios do Sistema Nacional de Emprego (Sine), incluindo o de Curitiba, emitirão a Carteira de Trabalho Digital. Entre outros benefícios para o cidadão, o documento será 100% gratuito, sem que se precise pagar nem pela fotografia. Para que o sistema de informação seja transferido para o mais moderno, até 30 de dezembro a emissão de carteiras de trabalho estará suspensa. 

A partir de janeiro, as informações dos diversos bancos de dados do governo federal estarão integradas às do Ministério do Trabalho.

“A nova Carteira de Trabalho vai conter todas as informações atualizadas do trabalhador, permitindo maior agilidade no pagamento de benefícios trabalhistas e previdenciários. Além disso, com a validação nacional de dados feita em tempo real, a mudança também vai combater possíveis tentativas de fraude contra o trabalhador e contra os benefícios pagos pelo governo federal”, explicou a vice-prefeita e secretária municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves.

O novo sistema da Carteira de Trabalho Digital tem validação nacional dos dados do trabalhador. Isso garantirá mais segurança ao documento e ao trabalhador, que tem todas as suas informações cruzadas e analisadas no ato na solicitação da carteira.

Quem já tem o documento não precisa se deslocar até as agências do Sine para emitir uma nova carteira. A antiga permanece válida. Somente no caso de uma segunda via ou da emissão da primeira via é que ocorre a impressão e validação pelo sistema digital.