Uma colisão frontal registrada pela Polícia Rodoviária Rederal (PRF) na noite desta sexta-feira (13) na BR 373 em Guamiranga, interior do Paraná, resultou na morte de três pessoas.

As três vítimas mortas ocupavam um Fiat Palio, atingido frontalmente por um Hyundai Azera roubado, na altura do quilômetro 249 da rodovia, entre as cidades de Ponta Grossa e Guarapuava, por volta das 21h30. Morreram no local do acidente o motorista do Palio, de 22 anos de idade, e duas passageiras, mãe e filha, de 46 e 16 anos.

Chovia no momento da colisão. O trecho é uma reta com declive acentuado, em pista simples. Os indícios verificados pela equipe da PRF que atendeu a ocorrência apontam que o Azera invadiu a faixa contrária, o que provocou o acidente.

O motorista do Azera, que tinha registro de roubo ocorrido em maio de 2014 em São Paulo (SP), sobreviveu e está internado no Hospital Geral Unimed, em Ponta Grossa. O velocímetro do carro travou em 170 km/h.

Policiais rodoviários federais e policiais militares se revezam na custódia do preso, que tem 24 anos de idade. O carro conduzido por ele tinha placas e documentos falsos, além de estar equipado com aparelho de radiocomunicação oculto e preparado para o transporte de contrabando.

Tão logo o motorista do Azera tenha alta, o que pode acontecer ainda neste domingo (15), ele será conduzido pela PRF para a Delegacia da Polícia Civil em Imbituva.