A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria de Saúde vacinou, desde o mês de agosto, 135.245 pessoas contra a rubéola. O número corresponde a 81,2% do total dos londrinenses de 20 a 39 anos que devem ser imunizados contra a doença. A meta, estabelecida pelo Ministério da Saúde, é que 166.529 pessoas sejam vacinadas até o dia 30 de novembro.

A gerente de Epidemiologia, Sônia Fernandes, explicou que a campanha foi prorrogada para que o município consiga vacinar, no mínimo, 95% das pessoas entre 20 e 39 anos. “Nós estamos vacinando contra a rubéola em todas as unidades básicas de saúde (UBS), das 8h às 17h”, informou.
 
Fernandes destacou que, no último mês, o Programa de Saúde da Família, da Secretaria de Saúde, fez um levantamento para saber por que as pessoas não têm procurado as UBS para tomar a vacina. “O que foi constatado é que as pessoas têm medo de injeção, por isso não foram se vacinar”, disse Sônia Fernandes. Ela acrescentou ainda que, devido ao medo da injeção, a procura pela vacina contra a rubéola está cada vez menor.