enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Câmbio Verde distribuiu 700 T de alimentos em 2013

Programa troca lixo reciclável por frutas, verduras e legumes

Mais de 700 toneladas de alimentos frescos foram distribuídas à população de Curitiba durante o ano de 2013, no programa Câmbio Verde, que troca lixo reciclável por frutas, verduras e legumes.

Criado há 22 anos e com 100 pontos de troca espalhados pela cidade, o serviço beneficia em média 6 mil pessoas a cada mês. São cidadãos que, ao mesmo tempo que levam gratuitamente alimentos saudáveis para dentro de casa, ajudam o meio ambiente ao separar o material reciclável do lixo doméstico.

“Nossa residência passou a ficar muito mais limpa”, conta a dona de casa Andréa Aparecida Pedroso, mãe de cinco filhos e moradora na Vila São Paulo, no bairro Uberaba.

“Eu incentivo os vizinhos a também separarem o lixo e, com a ajuda dos meus filhos, trago tudo o que recolho para fazer a troca”, explica. Em uma única manhã, a família da dona de casa entregou 46 quilos de material reciclável e levou para casa 11,5 quilos de cebola, banana, repolho e pepino. “Depois, divido com os vizinhos que contribuíram os alimentos que ganho”, conta Andréa.

Pelo regulamento do Câmbio Verde, cada quatro quilos de lixo reciclável entregues no posto de troca dão direito a um quilo de alimento. Da mesma forma, dois litros de óleo de cozinha usado, depositados em garrafa pet, valem por um quilo de alimentos.

O coordenador do programa Câmbio Verde, Gilberto Hanig, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, explica que o sucesso do programa pode ser comprovado pelos números. “A cada mês, em média, 236 toneladas de lixo reciclável são trocados por 63 toneladas de alimentos, beneficiando milhares de famílias de Curitiba”, conta Hanig. O material reciclável recolhido é levado para as estações do Ecocidadão e para a usina de reciclagem de Campo Magro.

Uma delas é a do aposentado Bentinho João Bertan, que há 20 anos troca semanalmente lixo reciclável por alimentos. “Já cheguei a trazer 40 quilos de material”, explicou. “Só não trago mais porque é difícil carregar tudo sozinho, empurrando um carrinho de mão”.

Ele afirma que os alimentos que leva para casa, onde mora com mulher, filhos e neto, ajudam muito no orçamento doméstico. “É um dinheiro que deixo de gastar no mercado e que dá para comprar outras coisas para a família”, explica.

A cozinheira Adriana Cristina Chaves também aprova a ação. Ela é frequentadora do posto de troca do Câmbio Verde da Vila São Pedro há dez anos. “Tenho quatro filhos e, por isso, as frutas que consigo aqui são sempre muito bem vindas lá em casa”, disse.

Adriana torce para que o seu dia de folga no trabalho coincida com a data do Câmbio Verde em seu bairro. “Quando não posso vir porque estou trabalhando, estes alimentos fazem falta em nossa mesa”, diz.

Troca

A cada 15 dias, o caminhão do Câmbio Verde realiza a troca do lixo coletado pelos moradores por alimentos da época. Além de reforçar a alimentação saudável da população, o programa incentiva o hábito de separar o lixo orgânico do material reciclável.

O cronograma do Câmbio Verde obedece a um calendário previamente estabelecido e que pode ser consultado no site da Prefeitura de Curitiba ou via fone 156. As trocas acontecem nos horários das 9h às 11 horas ou das 14h às 16 horas. O serviço é uma parceria das secretarias municipais do Meio Ambiente e do Abastecimento.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas