Quem for ao Parque Barigui neste final de semana vai encontrar uma boca, um nariz e um ouvido gigantes no meio do gramado. As estruturas foram montadas para uma campanha que pretende esclarecer sobre as doenças destas regiões do corpo e lembrar que o médico otorrinolaringologista é o profissional que indica os tratamentos para estes casos. A iniciativa é da Associação Brasileira de Otorrinolaringologista e Cirurgia Cérvico-facial.

Será possível entrar na boca, no ouvido e no nariz e perceber como cada órgão funciona, onde as doenças atacam, além dos sintomas e tratamentos para cada uma delas. “Quando o público vê esta boca, nariz e ouvido gigantes, a resposta é fantástica. Muitas pessoas não têm noção de como é o órgão. Ali, a pessoa poderá tocar, experimentar e encontrar uma fonte segura de informação”, explica o médico otorrinolaringologista Marco César Jorge dos Santos, diretor da associação.

As doenças mais comuns do nariz são: sinusites, rinite, desvio de septo e obstrução nasal. Na garganta, as infecções, o mau hálito e as alterações na voz são as enfermidades que mais incomodam. O ouvido pode receber uma atenção especial diante da insistência em utilizar fones com música muito alta. “As pessoas ainda não sabem os problemas que os fones podem causar. As lesões podem causar o popular zumbido ou a perda da audição”, afirma. Quem participar da ação no Parque Barigui poderá verificar qual volume de som é o mais adequado para cada um.

A exposição itinerante funciona hoje e amanhã, entre 9h e 17h, com entrada gratuita.

Veja na galeria de fotos a boca, nariz e ouvido gigantes.