Um outro setor do Hospital Universitário (HU) de Londrina foi contaminado pela bactéria multiresistente Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) nesta quarta-feira (12). Seis pacientes foram infectados na UTI 1, aumentando para 35 o número total de pessoas contaminadas pela bactéria.

O hospital garante que a contaminação não vai ocasionar o fechamento do pronto-socorro, como foi feito no ano passado. Devido à situação, o hospital não está recebendo novos pacientes com traumas, que precisam realizar cirurgias eletivas de grande porte ou os que estão em estado grave vindos de outros hospitais.