Depois de 14 anos sem contratar ninguém por concurso público, a Assembleia Legislativa do Paraná começou, ontem, a dar os primeiros passos para um novo processo. Uma comissão especial formada por três funcionários da Casa foi criada para elaborar o edital e planejar o concurso. Ainda não há definição sobre número de vagas e nem quando haverá a prova, mas a previsão é o primeiro semestre do ano que vem. A intenção é substituir funcionários comissionados (contratados por indicação) por concursados. O principal motivo para a troca é a desproporção entre as duas categorias. Há, atualmente, quase três vezes mais funcionários comissionados do que efetivos.