Agentes Penitenciários de todo o Paraná marcaram uma Assembleia Geral da categoria para esta terça-feira (10), às 8h30, em frente ao Palácio Iguaçu, para deliberarem sobre a greve geral do funcionalismo público.

Indignados pelo não recebimento do terço de férias e pelos atrasos nas promoções e progressões, os agentes entendem que estão tendo seus direitos lesados com as medidas tomadas pelo governo estadual, em conjunto com a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep), no início deste ano.

Em nota, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) lembrou que, apenas em 2014, os funcionários sofreram com 24 rebeliões no Estado, nas quais 52 agentes foram feitos reféns, e pediu maior reconhecimento. “Precisamos de valorização!  O Funcionalismo Público em geral está sendo afetado e não podemos ficar quietos com tamanha afronta aos direitos dos servidores”, afirma.

Em um trecho da nota, o Sindarspen declara: “Estaremos juntos com os professores, os funcionários da Saúde e todos os demais que entrarão nessa luta”.