O petista Adenival Alves Gomes tomou posse nesta terça-feira (29), na Câmara Municipal de Curitiba. O novo parlamentar, vai ocupar a cadeira do vereador Valdenir Dias (PSB), que teve a perda de mandato determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

A ação de impugnação de mandato eletivo foi ajuizada pelo diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT). A notificação foi entregue na segunda-feira (28) ao presidente da Casa, vereador João Cláudio Derosso (PSDB). Assinado pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral, Roberto Antônio Massaro, o documento determina a posse imediata de Gomes, segundo suplente da coligação Aliança Tá na Hora Curitiba, integrada pelo PT, PTB, PMDB, PCB e PCdoB.

Com a determinação, foi sanada qualquer dúvida a respeito de quem deveria assumir a cadeira: se o suplente desta coligação ou  do partido ao qual Valdenir Dias estava filiado à época da eleição, o PTB. Gomes obteve 5.741 votos nas eleições de 2004, ficando como segundo suplente da Aliança Tá na Hora Curitiba. O primeiro suplente, vereador Pedro Paulo Costa (PT), já havia tomado posse na Câmara Municipal, na vaga de Reinhold Stephanes Júnior (PMDB), eleito deputado estadual em 2006.

Saiba mais:

TRE ainda não autoriza posse de suplente em Curitiba

Vereador cassado promete recorrer ao TSE

TRE cassa vereador de Curitiba acusado de abuso econômico