Cerca de R$ 200 mil por dia não são retirados pelos acertadores nas loterias da Caixa Econômica Federal. Isso soma R$ 24 milhões só nos últimos quatro meses, o que equivale à Mega-Sena acumulada – hoje está em R$ 27 milhões. Esses valores são de prêmios secundários, que muitas vezes os apostadores nem chegam a conferir.

O anúncio é do consultor de Loterias da Caixa, André Baú. Algumas vezes, segundo ele, os apostadores desprezam os pequenos valores, mas que acumulados chegam a somar grandes volumes. Hoje, a Caixa oferece diversas opções de apostas. Entre as loterias de prognósticos – que são as que o apostador define os números -estão a Quina, Loto Fácil, Dupla Sena, Loteca, Lotogol, Lotomania e Mega-Sena. Existem ainda a Loteria Instantânea (raspadinha) e a Loteria Federal. Dentro de cada modalidade, explica Baú, existem várias faixas de premiação.

Os prêmios das loterias da Caixa devem ser retirados em 90 dias, a contar da data do sorteio. Depois desse período o prêmio prescreve, ou seja, mesmo que o apostador tenha o bilhete, ele perde o direito de retirar o valor.