enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Acaba protesto de funcionários da ECT

  • Por Redação O Estado Do Paraná

Acabou anteontem a mobilização promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores nos Correios (Sintcom) contra a indicação de Abraão Miguel Fade Neto para a direção regional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) no Paraná. Os representantes da classe estavam acampados desde quarta-feira em frente ao prédio da administração central dos Correios distribuindo panfletos e colhendo assinatura dos funcionários que transitaram pelo local.

Mais de mil pessoas haviam assinaram o documento nos dois dias do protesto. Os funcionários reivindicam que outro nome seja sugerido para o cargo devido ao currículo de Fade Neto.

Em 1985 uma comissão de sindicância, a de número 342/85, apurou várias irregularidades com o envolvimento Fade Neto que foi indiciado cinco anos depois, em inquérito da Polícia Federal. Ele teria armazenado correspondências postadas pelo então candidato a deputado estadual, Aírton Cordeiro, impedindo que fossem enviadas ao destinatário. “Há um histórico de perseguição e truculência contra os empregados dos Correios”, diz Ivan Pinheiro, diretor do Sintcom-PR.

A assessoria de imprensa da ECT não confirmou a existência de indicação para o cargo. Mesmo assim os sindicalistas tentam evitar que a direção regional fique sob o comando de Abraão Fade Neto. A intenção é substituir o atual diretor, Luís Carlos Werner, por alguém do próprio Sintcom-PR, mas a categoria est;a disposta a negociar outros representantes. “Nosso problema não é de ordem pessoal. Só queremos alguém que defenda a categoria e lute por nossos direitos”, afirma Pinheiro.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas