A Urbs – Urbanização de Curitiba S/A, que administra a Rodoferroviária de Curitiba, estima que cerca 123 mil pessoas deverão deixar a cidade, em aproximadamente quatro mil ônibus, a partir desta segunda-feira (17), até o próximo sábado, dia 22.

O movimento que antecede as festas natalinas, nesses seis dias, é cinco por cento maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 118 mil viajantes deixaram o terminal A média diária de saídas em dias normais é de cerca de 400 coletivos, transportando em torno de dez mil passageiros.

Nesta segunda-feira (17), como também na terça (18), a previsão é que, em cada um desses dias, 12 mil pessoas deixem Curitiba, transportadas, respectivamente, em 400 ônibus. O movimento aumenta na quarta-feira (19), com 15 mil pessoas viajando em 500 ônibus.

Já quinta-feira (20) e sábado (22), sairão da Rodoferroviária, respectivamente, 800 carros com 24 mil embarques, enquanto o maior movimento deverá ser registrado na sexta-feira (21), quando 1.100 ônibus saem do terminal, com 36 mil passageiros.

Destinos – Nos dias que antecedem o Natal, as cidades do interior do Paraná têm a preferência de 42% de quem viaja. O litoral catarinense e algumas cidades interioranas são o destino de outros 2%, enquanto 18% se dirigem à costa litorânea do Paraná. A capital paulista e municípios como Santo André, São Bernardo, São Caetano, Guarulhos Campinas, Ourinhos, Santos, Sorocaba, têm procura de cerca de 12% de quem deixa uritiba, enquanto o Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro são escolha de 3%, respectivamente, de quem viaja no feriadão.

Desembarques – Em virtude das obras de revitalização da Rodoferroviária de Curitiba, a Urbs, a exemplo de feriados anteriores, como 7 de setembro, 2 e 15 de novembro, alerta que todos os passageiros que chegam a cidade na quinta-feira (20) e sexta-feira (21), obrigatoriamente desembarcam, das 21h à meia-noite, na rua General Carneiro, ao lado do Mercado Municipal, no trecho entre as avenidas Sete de Setembro e Presidente Affonso Camargo. Nesses dias e horários não haverá desembarques em qualquer uma das plataformas internas do terminal. Mas os embarques de passageiros serão feitos normalmente nas plataformas das alas interestadual, em obras, e estadual.

Quem desembarca na rua General Carneiro, contará com a orientação dada pelos fiscais de transporte da Urbs e a segurança da Polícia Militar. A área contará com sinalização mostrando a disponibilidade de dois pontos de táxi – um, na avenida Presidente Affonso Camargo, nos fundos do Mercado Municipal, entre as ruas da Paz e General Carneiro, e na avenida Sete de Setembro, no trecho entre as ruas General Carneiro e da Paz.

Espera – Por causa das obras de reforma do terminal, os ônibus deixam de usar a área de espera da Rodoferroviária, utilizando, respectivamente, a rua Tibagi, no trecho entre a rua Nilo Cairo e a avenida Sete de Setembro, e a avenida Silva Jardim, entre as ruas Rockfeller e João Negrão. Ambas as áreas serão “congeladas”, reservadas exclusivamente aos ônibus rodoviários, que devem chegar a esses locais – isolados pelos agentes da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) -, 30 minutos antes do horário de saída.

Em virtude do grande movimento de passageiros, a Urbs recomenda que adquiram antecipadamente as passagens via internet, retirando-as na hora do embarque no guichê da própria empresa transportadora, evitando filas e congestionamentos no terminal. Esses passageiros também devem se apresen tar em média 30 minutos antes do embarque, munidos de documento de identificação com foto e o bilhete da passagem.

Identificação – Para que os embarques sejam rápidos e seguros, a partir desta segunda-feira (17) até sábado (22), todos os ônibus, ao estacionarem nas plataformas, deverão afixar no parabrisa (à esquerda, de quem olha de frente),, como também no vidro da porta de acesso, cartaz, legível à distância, informando o destino, o horário de partida e a plataforma usada para embarque. A medida vale para os ônibus das empresas que tradicionalmente fazem suas rotas, bem como para os coletivos fretados. Neste caso, além de destino, horário de partida e plataforma, o cartaz deve informar também o nome da empresa à qual o ônibus presta serviço.