Dirigentes sindicais de todo o Paraná, ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT), além de representantes de centrais sindicais do Paraguai, Argentina e Uruguai, participam nesta quinta-feira (1º), em Foz do Iguaçu, das comemorações do Dia do Trabalhador. O evento tem o apoio da Itaipu Binacional.

É a quarta vez que Foz recebe o 1º de Maio Internacional da CUT, em razão de sua localização na tríplice fronteira. Neste ano, o Dia Internacional do(a) Trabalhador(a) vai focar as reivindicações na redução da jornada de trabalho, de 44 para 40 horas semanais, sem redução de salários, e na integração latino-americana.

Já confirmaram presença os representantes das categorias de bancários, petroleiros, professores da rede pública, servidores municipais, estaduais, e da saúde pública, além dos sindicatos de trabalhadores rurais e da agricultura familiar. 

A programação desta quinta-feira prevê concentração a partir das 8h30 na Ponte da Amizade. Dali, os sindicalistas sairão em marcha pelas ruas de Foz do Iguaçu em direção à Avenida Duque de Caxias, onde ocorrerá o grande Ato do Dia 1º de Maio, que inclui shows musicais. Estão confirmadas as participações da banda curitibana de Rock Relespública e do Grupo Vientosur, que traz em seu repertório músicas de resistência do povo latino-americano.

O presidente da CUT-Paraná, Roni Anderson Barbosa, lembra que o 1º de maio ?é uma data histórica, porque reflete as lutas travadas ao longo dos séculos pela classe trabalhadora que resultaram nas conquistas que temos hoje?.