O número de trabalhadores nas indústrias do Paraná cresceu 4,47% em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. O índice, divulgado nesta quinta-feira pelo IBGE, revela que o resultado ficou acima da média nacional, calculada em 3,5%. O levantamento aponta também que, no acumulado dos nove primeiros meses do ano, a taxa ficou em 3,21%, também acima da do país (1,1%).

Com esses números, o resultado do crescimento dos empregos industriais no Paraná nos últimos 12 meses ficou em 2,78%, enquanto a média brasileira foi calculada em 0,3%, a primeira taxa positiva da série histórica iniciada em dezembro de 2002. Na comparação de setembro sobre o mês do ano passado, foi o quinto aumento consecutivo no país.

Os dados do IBGE apontam também que a folha de pagamento dos empregados na indústria do Paraná, em setembro, apresentou um crescimento real de 6,53% sobre igual mês de 2003. No acumulado do ano, a elevação foi de 8,82%. Já no acumulado dos últimos 12 meses, foi verificado um aumento de 5,08% nos salários dos trabalhadores do parque industrial paranaense.

O número de horas pagas no setor também apresentou crescimento no Estado nas três comparações. Em setembro, a elevação ficou em 2,34% sobre igual período do ano passado. Nos primeiros nove meses de 2004, o aumento foi calculado em 2,31%. Já no resultado do período entre setembro de 2003 a setembro de 2004, o crescimento ficou em 2,35%.