O Paraná gerou de janeiro a abril deste ano 57.373 novos empregos formais, segundo dados obtidos nesta terça-feira (18) pelo Ipardes junto ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. O resultado foi 49% maior que o obtido no mesmo quadrimestre do ano passado, quando foram registrados 38.603 empregos com carteira assinada em todo Estado.

Só em abril, foram verificadas 22.450 novas ocupações formais no Paraná, ou 30% a mais do que no mesmo mês de 2003, quando foram registradas 17.277 novas admissões. O resultado do abril mostra também que o Paraná gerou 58% de todos os novos empregos registrados na região Sul do país. Além de melhor resultado da região, o Paraná ficou entre os três Estados líderes no país.

Para o governador Roberto Requião, os dados do Caged apontam que o Paraná vem trilhando o caminho correto. “Significa que estamos gerando uma média de 14 mil novos empregos formais a cada mês”, comemora. “Isso dá uma média de quase 500 empregos ao dia, ou perto de 700 novas ocupações a cada dia útil”. Com isso, as estimativas é de número de empregos informais no quadrimestre tenha chegado a 172 mil.

O governador credita os novos postos de trabalho principalmente à política de benefícios fiscais destinados às pequenas e microempresas, que troca ICMS por emprego. Requião lembra ainda que outras medidas como o Bom Emprego, programa de atração de indústrias com postergação no pagamento de imposto, também tem ajudado o Paraná.